Buscar
  • Marcela Quiroga

Para alguns, vender é uma arte. Para mim, vender é uma realidade.

A realidade da venda movimenta todos os outros processos para uma nova venda (pós-venda, suporte, retenção, etc.).

Então, vender faz todo mundo se reinventar, sempre. E conquistar !!

O conceito de “psicólogo” do cliente, onde; Ouvir, Ouvir e Ouvir novamente era quase um mantra, agora está atualizado para: Ouvir, Trazer solução e Jogar Junto.

E dando atenção a esta última menção, o jogo que reflete muito bem o jogo da venda é o FRESCOBOL!



Porque o frescobol tem o conceito de ganha-ganha bem refletido. O vendedor tem que jogar a bola na altura e distância confortável para que o cliente possa devolver também de forma equilibrada, constante e com recompra.

Assim, a bola não cai e o jogo ultrapassa a quinta rebatida. Ambos ganham!

Não tem ataque e defesa. Não tem vendedor satisfeito com a comissão e cliente com um produto inadequado.

No FRECOBOL da venda, o cliente apresenta sua necessidade e o vendedor já traz em seu portfólio, soluções que se adequam à expectativa e resultado desejado.

Estudam valores adequados à solução, não preços abusivos.

Isto dá a permanência, a longevidade e o equilíbrio do jogo.

Dicas de jogo de FREESCOL equilibrado:

Bola a meia-altura

Valores e prazos acordados para atingir o objetivo do comprador e os esforços do vendedor. O conceito de “espremer” o fornecedor não traz a longevidade do negócio.

Bola com velocidade constante

Com o processo de venda, pós venda, suporte e nova venda constantes, de acordo com o Ciclo de Vida do produto.

Bola que não cai

Ambos, comprador e vendedor, interessados no negócio. Olhando o posicionamento do parceiro, olhando os riscos que possam fazer a bola cair para mitigá-los e não deixar o negócio terminar.

#MulheresnasVendas #vendas #boravender #RME

11 visualizações

Siga a Marcela Quiroga

  • Youtube
  • Instagram
  • Facebook